Fepauto – Federação Paraense de Automobilismo

Fepauto – Federação Paraense de Automobilismo

  • RSS
  • Delicious
  • Facebook
  • Twitter
CBA – CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO
FEPAUTO – FEDERAÇÃO PARAENSE DE AUTOMOBILISMO
CKC – CASTANHAL KART CLUB
CAMPEONATO REGIONAL DE KART F-4 – 2014

REGULAMENTO 2015

DAS AUTORIDADES:

Presidente da CBA: Cleyton Tadeu Pinteiro
Vice-Presidente da CBA: Milton
Prefeito Municipal: Paulo titan
Presidente da FEPAUTO: Fernando Jorge Maia
Presidente da CNK: Rubens Gatti
Presidente do Castanhal Kart Club: Roberto Vieira Saraiva
Diretores de prova: Antonio dos Santos Neto, Fernando Jorge Maia, José Orlando Ventura e Joaquim Martins
Diretor adjunto FEPAUTO:
Comissário Desportivo – FEPAUTO:
Comissário Desportivo – FEPAUTO:
Comissário Desportivo – FEPAUTO:
Comissário Técnico FEPAUTO: Paulo Lima
Diretor de cronometragem:
Serviço médico: SAMU – Drº Mauricio Vulcão
Secretário(a): Roberto Vieira Saraiva Filho

I-DO CAMPEONATO


GRADUADOS E NOVATOS B NOVATOS A
CLÁUSULA PRIMEIRA- O campeonato regional F-4 2015 será composto no total de 7 (SETE) etapas, sendo 2 (duas) baterias por etapa, ambas realizadas, preferencialmente, no domingo, sendo que cada piloto poderá descartar 2 (Duas)  etapas, sendo uma que tenha participado, e outra sem a participação, porém com o pagamento da inscrição aos promotores da prova.
Parágrafo ÚNICO- O número de etapas permanecerá inalterado, sendo que qualquer adição de nova prova ou qualquer cancelamento de etapa, só poderá ser efetivada pela FEDERAÇÃO PARAENSE DE AUTOMOBILISMO-FEPAUTO, e desde que seja constatado justificativa plausível ou força maior, com prazo mínimo de 15 (quinze) dias de antecedência.
PARÁGRAFO PRIMEIRO- O Piloto que conseguir a pole position terá bonificação de 01(hum) ponto.
PARÁGRAFO SEGUNDO- O Piloto que conseguir a melhor volta das duas baterias terá bonificação de 01 (hum) ponto
PARÁGRAFO TERCEIRO- Para efeito da Cláusula Primeira, a participação para efeito de descarte presencial será a tomada de tempo.

II- DAS NORMAS GERAIS:
CLÁUSULA SEGUNDA- A disputa deste campeonato será aberta a todos os pilotos de karts, devidamente inscritos na FEDERAÇÃO PARAENSE DE AUTOMOBILISMO-FEPAUTO, exceto os pilotos inscritos regularmente na FAEM-FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO MARANHÃO, e portadores da Cédula Desportiva Nacional 2012, emitida pela CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO-CBA.
CLÁUSULA TERCEIRA- Os Horários de cada etapa, definidos pelo Diretor de Prova, serão rigorosamente seguidos, não cabendo ao piloto qualquer reclamação junto a direção por atraso.
CLÁUSULA QUARTA- Toda reclamação somente poderá ser analisada e considerada, quando efetuada:
1- Por escrito;
2 – Segundo as normas e regulamentos próprios, especificando a cláusula ou artigo de sua fundamentação;
3 – Acompanhada do pagamento da taxa correspondente, abaixo melhor explicitada.
CLÁUSULA QUINTA – Será terminantemente proibida a entrada na pista, de qualquer pessoa não autorizada / credenciada, sob pena de incorrer nas sanções previstas no Regulamento.
CLÁUSULA SEXTA- Será de total responsabilidade do piloto e seu representante legal, a conduta de qualquer membro da equipe, cabendo-lhe simultaneamente, as sanções previstas no Regulamento.
PARÁGRAFO ÚNICO- O uso de bebida alcoólica, comportamento inadequado e palavras de baixo calão ficam proibidas e passíveis de punição e/ou aplicação de multa pelo Diretor de Prova.
CLÁUSULA SÉTIMA- O Conjunto Kart e Piloto deverão somar o peso mínimo de 185 kg (cento e oitenta e cinco quilos).
CLÁUSULA OITAVA- O Motor a ser utilizado será o Honda 13 HP com preparação CBA 18 HP, realizada pela RBC.
CLÁUSULA NONA- O regulamento técnico da categoria seguirá o disposto no Regulamento.
CLÁUSULA DÉCIMA- O flexível deverá ser entregue ao castanhal kart clube, onde o mesmo será identificado com o nome do piloto, que receberá o mesmo flexível em todas as etapas. O flexível deverá ter 12 cm de comprimento. Após encaixado no coletor do motor e no escapamento, a parte visível do flexível deverá ter no mínimo 7 cm e no máximo 8 cm.
CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA- – A Embreagem será marcada com o nome de cada piloto e ficará no CASTANHAL KART CLUB e lacrada pela organização do campeonato.

III- DA INSCRIÇÃO:
CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA- No ato da inscrição serão exigidos:
1-Cédula Desportiva Nacional do ano corrente;
2 – Pagamento da taxa de inscrição para a etapa correspondente, a ser determinada pelos promotores de prova.
3- Apresentação de 1 (um) jogo de pneu vermelho para a secretaria do clube.
4- Após a apresentação de todos os jogos de Pneus a federação poderá fazer um sorteio do mesmo e entregar para os competidores.
GRADUADOS E NOVATOS B e A
Um jogo de pneu vermelho a ser utilizado nas etapas 1 e 2;
Um jogo de pneu vermelho a ser utilizado nas etapas 3 e 4;
Um jogo de pneu vermelho a ser utilizado nas etapas 5 e 6;
Um jogo de pneu vermelho a ser utilizado nas etapas 7 e 8.
O jogo de pneu de chuva será livre.
CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA – O piloto que ingressar no decorrer do campeonato e entrar numa etapa “Par” será obrigado a correr na próxima etapa com o mesmo jogo de Peneus

IV- DO NÚMERO DE PARTICIPANTES:
CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA- – O número de participantes por bateria será de no máximo 30 (trinta) karts.
CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA- Se o número de concorrentes for superior a 30 (trinta), serão classificados por tomada de tempo.
CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA- Será obrigado o uso de telemetria para aferição dos tempos e resultado da prova.

V- DA MANUTENÇÃO:
CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA- Toda manutenção será feita exclusivamente na área de boxes, Parque Fechado ou Parque de Manutenção, exceto as emergenciais necessárias na hora da largada e durante a prova.
CLÁUSULA DÉCIMA OITAVA- Durante os treinos livres e warm-up, a manutenção será realizada nos boxes e, durante as baterias, somente no Parque de Manutenção.
CLÁUSULA DÉCIMA NONA- O kart levado ao parque fechado, após abastecimento não poderá sofrer qualquer tipo de manutenção, salvo quando autorizado por um Comissário Técnico.
CLÁUSULA VIGÉSIMA- Será proibida qualquer manutenção durante a tomada de tempo e no “grid” de largada.

VI- DO ABASTECIMENTO:
CLÁUSULA VIGÉSIMA PRIMEIRA- Para a tomada de tempo, os karts deverão ser conduzidos ao Parque de Abastecimento com seus tanques completamente vazios, onde será fornecido o combustível, (conforme Regulamento na quantidade de 9 (nove) litros por competidor.
CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA- Será vetado, sob pena das sanções previstas:
1 – Usar combustível que não seja o fornecido pelos organizadores;
2 – Transportar ou portar recipientes de qualquer espécie na área de abastecimento;
3-Retornar com o kart ao box, após abastecido;
4 – A permanência de qualquer pessoa além da Direção de Prova, da Comissão Técnica e da Comissão Desportiva na área de abastecimento.
5- Fica proibido o reabastecimento do Kart.
6 – Após a pesagem não poderá completetar, adicionar ou retirar lastro.

VII – DO MOTOR:
CLÁUSULA VIGÉSIMA TERCEIRA – O motor será o Honda GX 390, 18 HP sorteado aos pilotos.
CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA- O conjunto pinhão/embreagem será de 13 (treze) dentes com somente patins de aço, corrente de passo 428, coroa numero 41(quarenta Um) Usada No Kartódromo Bené Maranhense e para pistas de Rua Coroa Numero 45 (quarenta e Cinco).
CLÁUSULA VIGÉSIMA QUINTA- Será permitida a utilização do pára-choque traseiro de metal, desde que o mesmo proteja os pneus traseiros por completo da mesma forma que os homologados.
PARÁGRAFO UNICO- O kart que não estiver de acordo com o descrito da cláusula acima, será desclassificado da etapa.

VIII- DO PESO E DO LASTRO:
CLÁUSULA VIGÉSIMA SEXTA- Categoria F-4 – 185 kg (cento e oitenta e cinco Quilogramas).
CLÁUSULA VIGÉSIMA SÉTIMA- Quando não for atingido o peso mínimo piloto e kart, o conjunto será desclassificado.

IX- DA TOMADA DE TEMPO:
CLÁUSULA VIGÉSIMA OITAVA- Será obrigatória à utilização sistema de cronometragem por sensores, salvo se houver quebra do sistema durante a etapa, quando será realizado manualmente.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA- Aos pilotos retardatários não será permitida a tomada de tempo, devendo os mesmos se alinhar após o último piloto classificado, obedecida à ordem de sorteio.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA PRIMEIRA- Caso o concorrente não consiga completar pelo menos uma volta, a sua posição no “grid” será atrás do último piloto classificado por tempo, obedecida à ordem de sorteio.

X- DAS BATERIAS E FORMAÇÃO DO “GRID” DE LARGADA:
CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEGUNDA- As etapas terão 2 (duas) baterias cada, com 15 (QUINZE) voltas por bateria ou, a ser definida pelo Diretor de Prova.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA TERCEIRA- O “grid” da primeira bateria será determinado pela tomada de tempo, e o da bateria seguinte com base no resultado da bateria anterior.
Ivertendo-se a colocação dos 5 primeiros lugares, assim o 1º será 5º, 0 2º será 4º, o 3º permanece, o 4º será 2º, o 5º será 1º, e o demais do 6º em diante largarão nas posições de chegada na primeira bateria.

XI- DAS ETAPAS:

15- DE MARÇO
12- DE ABRIL
17- DE MAIO
21- DE JUNHO
16- DE AGOSTO
13- DE SETEMBRO
04- DE OUTUBRO
22- DE NOVEMBRO

Sujeita a alteração por motivo de força maior.

XII- DA LARGADA:
CLÁUSULA TRIGÉSIMA QUARTA- A largada poderá ser em movimento ou parada, a ser definida pelo Diretor de Prova, utilizando:
1-Bandeira.
2- Sinal luminoso

XIII- DA VISTORIA TÉCNICA:
CLÁUSULA TRIGÉSIMA  QUINTA- Ao término da tomada de tempo e baterias, todos os karts serão pesados e vistoriados a critério da Comissão Técnica, ficando retidos no Parque Fechado, até a liberação do comissário técnico.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEXTA- Após o término de cada bateria, os motores e chassis poderão ser lacrados, ficando à disposição da Comissão Técnica para serem vistoriados a qualquer momento, mesmo que já tenha sido procedida a divulgação dos resultados das baterias.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA SÉTIMA- Na área destinada à vistoria técnica, somente a presença do piloto será permitida. Será proibida a permanência de mecânicos e auxiliares, salvo quando solicitada.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA OITAVA- Cada piloto poderá utilizar o chassis que desejar, podendo os mesmos serem impedidos conforme  avaliação técnica e de segurança e desde que estejam entre os homologados CBA/CNK cujo ano de fabricação seja após o ano de 2000.
CLÁUSULA TRIGÉSIMA NONA- Somente poderão ser utilizados para a tomada de tempo e baterias, pneus lacrados pela organização (marca MG, modelo vermelho), conforme Regulamento.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA- Será lacrado apenas 1 (um) jogo de pneu para a tomada de tempo.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA PRIMEIRA- Os pneus de chuva serão livres, desde que de fabricação nacional e homologados pela
CIK/CBA ACIMA DE 2000 A organização não se responsabilizará pelo fornecimento dos pneus de chuva.

XIV- DA CLASSIFICAÇÃO E RESULTADO:
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SEGUNDA – GRADUADOS – Será declarado CAMPEÃO 2015, o piloto que obtiver o maior número de pontos no final das  etapas, o efetivamente realizadas.
NOVATOS B – Será declarado CAMPEÃO 2015, o piloto que obtiver o maior número de pontos no final das etapas, efetivamente realizadas.
NOVATOS A – Será declarado CAMPEÃO 2015, o piloto que obtiver o maior número de pontos no final das etapas, efetivamente realizadas.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA TERCEIRA- Serão distribuídos troféus para os 6 (SEIS) primeiros colocados de cada etapa e aos campeões do campeonato.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA QUARTA- Pontuações da primeira bateria:

1° – 11 pontos
2° – 9 pontos
3° – 8 pontos
4° – 7 pontos
5° – 6 pontos
6° – 5 pontos
7° – 4 pontos
8° – 3 pontos
9° – 2 pontos
10° – 1 ponto

Pontuações Segunda bateria: será a mesma aplicada à primeira bateria.

PARÁGRAFO ÚNICO- Em caso de empate prevalece a tomada de tempo.; e para o
Campeonato, os critérios para o desempate serão:
1-maior número de vitórias;
2- maior número de pole positions;
3- maior número de resultados decrescentes.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA QUINTA- O piloto que obtiver a pole position terá direito a 1 (um) ponto.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SEXTA- O piloto que obtiver a melhor volta na etapa, terá direito a 1 (um) ponto, somente após ativação do sistema de cronometragem.
PARÁGRAFO ÚNICO- O Campeão da Novato A corre no ano seguinte na Graduado e o Campeão da Novato B corre no ano seguinte na Novato A.

XV- DAS CATEGORIAS E IDENTIFICAÇÃO DO KART:
GRADUADOS – Número branco com fundo vermelho.
NOVATOS A – Número preto com fundo branco.
NOVATOS B- Número branco com fundo verde.

XVI- DA COMISSÃO DISCIPLINAR:
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SÉTIMA- Será formada uma Comissão Disciplinar para o campeonato, cujos membros deverão ser indicados pela Direção de Prova e pela FEDERAÇÃO, que deverá estar presente ao evento, com a finalidade de julgar e dar parecer conclusivo aos recursos das decisões dos Comissários Desportivos.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA OITAVA- Os recursos desportivos e técnicos à Comissão Disciplinar também deverão ser acompanhados da taxa correspondente, conforme CDA.
CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA NONA- O valor da taxa prevista na cláusula anterior será no valor de 03 (três) inscrições.

XVII- DAS RESPONSABILIDADES:
CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA- A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO-CBA, as Federações, os Clubes e os Patrocinadores envolvidos nos eventos, eximem-se de toda e qualquer responsabilidade civil ou penal, por infrações cometidas ou acidentes causados durante os treinos e as provas. Essa responsabilidade será exclusivamente daquele que as tenha cometido ou de seu responsável legal.

XVIII- DOS CASOS OMISSOS:
CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA PRIMEIRA- Os casos omissos serão julgados pelos comissários desportivos e, em segunda instância pela FEDERAÇÃO PARAENSE DE AUTOMOBILISMO-FEPAUTO.
O presente Regulamento foi elaborado pela FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DO PARÁ-FEPAUTO, filiada à
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO-CBA, sendo vetada a sua utilização ou menção em campeonatos, torneios ou provas que não sejam supervisionadas pela FEPAUTO.

COMISSÃO DESPORTIVA- a ser definida pela FEDERAÇÃO.

BELÉM/PA,  20    de Junho de 2012.

Fernando Jorge Maia – Presidente da FEPAUTO
Roberto Vieira Saraiva – Presidente do Castanhal Kart Club
  • Sol Informática
  • Radio Point
  • Confederação Brasileira de Automobilismo